Warning: curl_exec() has been disabled for security reasons in /data/www/vhosts/gomm.com.br/httpdocs/blog/wp-content/plugins/wordfence/vendor/wordfence/wf-waf/src/lib/http.php on line 330 Warning: curl_exec() has been disabled for security reasons in /data/www/vhosts/gomm.com.br/httpdocs/blog/wp-content/plugins/wordfence/vendor/wordfence/wf-waf/src/lib/http.php on line 330 Gomm Blog | Novas oportunidades para atuação do advogado
Artigos & Notícias

Com sede em Curitiba-PR, o escritório tem forte presença na região sul do Brasil e uma rede de escritórios associados em todo o país e exterior.

Novas oportunidades para atuação do advogado

O procedimento da Mediação, ao contrário do muitos pensam, abre novas oportunidades para o advogado exercer sua profissão, tais como assistir o cliente nas negociações que se sucedem na Mediação.

Para tanto, ele deve elaborar um contrato de honorários advocatícios que contemple a hipótese de Acordo e deve aprender as regras do jogo  se equipando de apropriados talentos para essa negociação assistida. Assim, a atuação do advogado será diferente daquela que teria num litígio judicial ou processo de arbitragem.

 

Litígio – Arb Mediação
Visão focada na análise jurídica Visão abrangente
Direito – Lei Inclui interesses
Foco no passado Foco no futuro
Adversário Colaborador
Convencer o Juiz Convencer a Parte
Uma realidade Duas realidades
O advogado representa O cliente participa

 

 

O advogado deve ter em mente que a mediação se dirige ao cliente, pessoa física ou jurídica, e que é conveniente que o cliente participe e construa sua narrativa. Para tanto, é de suma importância que o advogado o prepare (o cliente) e se prepare as sessões de mediação. Essa preparação, preliminar às sessões de mediação envolve:

1 – análise profunda do caso sob o ponto de vista jurídico, legal, de modo a avaliar os pontos fortes e fracos do cliente e do seu oponente.

2 – consideração de outros aspectos que não são jurídicos e que podem envolver a controvérsia, tais como, repercussão na família, na sociedade; necessidade de sigilo; a existência de empréstimos vencendo;

3 – escolha do tipo de mediação: integrativa ou distributiva; facilitativa ou avaliativa; “ad hoc” ou institucional; extrajudicial ou judicial. A escolha do tipo de mediação determinará um modo específico de atuação do advogado.

4 – negociação do procedimento:  escolha do mediador; local das sessões; idioma, tempo de duração, provas a serem apresentadas, etc.

5 – O advogado explica ao cliente o cenário da mediação e a mudança de sua forma de atuar focada na negociação estratégica. Prepara o cliente para o ambiente da mediação.

 

Definida essas questões o advogado e o cliente se preparam para a sessão de mediação, analisando:

1 – Escolha do mediador;

2 – Quem deve estar presente na mediação;

3 – Quais são as questões essenciais;

4 –Necessidades e interesses do cliente em ordem de importância e antecipar as necessidades e interesses da outra parte;

5 – Estabelecer o BATNA do cliente, ou seja, as alternativas para o caso da mediação se frustrar.

6 – Os argumentos para sustentar a posição do cliente;

7 – O modo de apresentação nas sessões de mediação: gráficos, vídeos, outros materiais.

8 – escolha de como se fará a apresentação: quem fará o que.

 

Os 10 Mandamentos: O que o advogado NÃO pode fazer na sessão de mediação:

1 – Não pode perder a sua credibilidade. Ele perde a sua credibilidade quando vai contra a realidade dos fatos;

2 – Não pode ir despreparado, apenas para ver o que a outra parte tem a dizer;

3 – Não pode deixar de verificar se as partes presentes tem autoridade para firmar Acordos;

4 – Não deve ser beligerante, ou o seu oposto, super condescendente.

5 – Não deve ridicularizar a outra parte;

6 – Não deve ser intolerante com a diversidade e diferenças culturais;

7 – Não deve definir o conflito como o “bem” contra o “mal”;

8 – Não deve ser intransigente de modo a ter flexibilidade para ajustar as suas metas.

9 – Não deve ser precipitado: há um momento certo para apresentar as suas cartas.

10 – Não deve ameaçar sair da mediação no inicio das sessões: as colocações da outra parte não devem ser vistas como ameaças, mas como possibilidades.

 

VOLTAR